O que você procura?

sexta-feira, 13 de março de 2015

Cortes de cabelo para as crianças




Criança combina com praticidade e limpeza! A escolha do corte depende de muitas variáveis, vamos lá!

·Idade: Quanto mais nova a criança, menor o poder de escolha dela e menor a cartela de modelos para escolha. Por exemplo: sua filha de três anos quer deixar o cabelo crescer, mas não deixa pentear ou prender? Cartão vermelho para ela (a não ser que você tenha paciência e tempo para convencer uma criança pequena a pentear e/ou amarrar os cabelos). Seu filho tem pouco cabelo e você quer o corte igual ao do seu marido... calma mãe! Ele vai ter muito tempo para deixar o cabelo igual ao do pai. Também não vale infernizar o pobre barbeiro para deixar as costeletas milimetricamente iguais debaixo de um rio de lágrimas e berros do seu bebê, seu filho não merece passar por tamanho estresse, quiçá trauma (particularmente, não consigo visualizar cena mais deselegante e absurda do que três adultos segurando uma criança aos berros, para deixar o cabelo certinho. Acho que deve sim cortar, mas numa criança pequena a tolerância é proporcional a idade e a expectativa dos pais em relação a um corte perfeito deve ser menor, nesse caso o corte é mais um ritual de limpeza do que de beleza)

Tipo de fio: Como é difícil explicar para uma mãe que as madeixas do filho não combinam com determinado tipo de corte... Se seu filho tem cabelos lisos como um índio, pode escolher um corte tigelinha sem problemas, mas se tiver ondulações ou frizz é melhor escolher um corte mais curto ou espetado. Cabelos cacheados ou crespos podem ser usados tanto curtos como longos, basta ter cuidado com a hidratação dos fios. Vale lembrar que o cabelo, como quase tudo na vida, vai mudando com o tempo, muda a cor, a espessura, a ondulação. Então esqueça aquela velha história de que a criança tinha cabelos lindos e depois que uma cabeleireira cortou errado o cabelo desandou e ficou feio! Entenda, nenhuma tesoura no mundo (nem uma de cortar grama) tem o poder de fazer um cabelo nascer diferente do que ele foi geneticamente programado! O que acontece é que a criança passa por mudanças hormonais e isso atinge o cabelo. Mais um cuidado digno de nota: se sua(seu) filha(o) teve franja durante toda a infância e o cabelo começou a cachear ou assanhar nas laterais da franja, é hora de mudar o penteado e deixar crescer (para as meninas) ou cortar mais curto (para os meninos).


Tipo físico: Se a criança tem o rosto gordinho evite cortar muito nas laterais e evite franjas, isso deixa o rosto ainda mais redondo. Orelhas de abano podem ser camufladas com costeletas maiores e cabelos mais soltos nas meninas. Outra regra de ouro para crianças magras com rosto pequeno é não deixar cabelo muito grande (para eles e para elas) quanto maior o cabelo, mais ‘escondido’ fica o infante.

Manutenção: Para ambos um corte dura entre 30 e 60 dias, depois disso é necessário cortar novamente para o cabelo não perder o jeito. Franjas devem ser aparadas mensalmente, pode até ser feito em casa se você levar jeito e tiver uma tesoura afiada. Não deixe seu filho com a franja caindo nos olhos, incomoda muito, eles podem até não reclamar, mas incomoda! Se está deixando a franja da sua princesa crescer mantenha ela presa com uma fivela ou elástico durante o dia.

Moda: Ninguém está livre da ditadura da moda, nem nossos babys! Se seu filho ainda não se deslumbra pelo cabelo de uma beldade de novela ou um astro do futebol, espere! Esse dia chegará para todos! Avalie o grau de compatibilidade do cabelo da criança com o do ídolo e a praticidade de executar o penteado no dia a dia, feito isso basta levar num profissional competente e cortar as madeixas! Sou contra a ’adultilização” infantil, portanto, seja prudente e escolha um estilo mais infantil para a juba do seu leão, eles terão a vida inteira para ter cabelos em camadas e franjas repicadas. Alem de requererem manutenção constante, também tiram da criança aquele aspecto angelical e meigo. Mães de meninas tem aliados importantes! Laços, presilhas, tiaras, elásticos... não é boa com as mãos? Assista a alguns tutorias de penteados fáceis para crianças no you tube e se jogue na moda de trançar e fazer coques na sua filha. Acredite, não é tão difícil quanto você pensa!

 Estação do ano: por ultimo, mas não menos importante! Tente deixar sua cria mais fresca nas estações mais quentes. Calor combina com banho constante e cabelo grande não combina com suor! Adote dois visuais por ano, um de inverno e outro de verão, seu filho vai ficar de cuca fresca, literalmente, com um corte mais curtinho.

Layanne Azevedo
Empresária

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante! Obrigada!