O que você procura?

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Bate e Volta São Miguel dos Milagres Com Crianças

Eu amo demais. Sossego de águas calmas e mornas.

São Miguel dos Milagres entrou em minha vida há mais de 10 anos, em uma comemoracão de aniversário de casamento. Pesquisando na net, achei um lugar lindíssimo e deserto. Desde então, sou apaixonada pelo lugar. Quando tive meu primeiro filho, o destino fugiu um pouco dos meus planos pois quase todas as pousadas NÃO aceitavam crianças. Eu disse QUASE. Encontrei uma, na época, que recebeu muito bem meu pequeno (hoje em dia, parece-me ter várias). Desde lá, nunca mais voltei. Já estava com 4 anos de saudades!

Em casa, de férias, à procura de um passeio legal, veio São Miguel dos Milagres à mente. Mas em alta temporada, em cima da "bucha", jamais eu conseguiria vaga. Resolvemos colocar a tropinha no carro e apostar num bate e volta. Não é que deu certo?

COMO EU FIZ:

1) NO DIA ANTERIOR:

Deixei tudo separado. Roupas de banho, toalhas de banho, muda de roupas, kit de higiene, kit farmacinha, brinquedos de praia e boias. A tralha para sair com criança é tão grande que se for deixar para arrumar tudo na hora, desiste fácil. Coloquei uns lanchinhos em um pequeno cooler para o período de estrada e eventualidades. Vocês não tem ideia de como foram úteis. Cerca de 3 dias antes, já tinha reservado o passeio do peixe-boi (confira nosso post).

2) A SAÍDA

Saímos logo cedo, para uma viagem sem atropelos. Organizamo-nos para estarmos na Associação Peixe-Boi às 10:30h (nosso paseio seria de 11:2h). Às 7:30h, #partiusaomigueldosmilagres. Foram 1h:40min de estrada tranquila.

3) PRIMEIRA PARADA

Paramos em Passo do Camaragibe, para uma foto no Mirante, vista linda. vale à pena.



4) DESTINO: PROJETO PEIXE-BOI

Fomos direto para a Associação Peixe-Boi. Lanchinho para as crianças, banheiro, enfim... prontos para o passeio. Maravilhoso! Confira detalhes do passeio em nosso post anterior.

Navegando pelo Rio Tatuamunha à procura do Peixe-Boi.

5) ALMOÇO

Às 12:30, estávamos livres. Hora de aproveitar aquele mar lindo que tanto amo. Lembrava-me de duas barracas que gostávamos. Fomos ao Bar do Enildo: fechado! Buáaaaa. Seguimos para o antigo bar do Tibiro, que mudou de nome (eu não sabia). Agora, virou Restaurante GRANDE LAU. Ufa. Estávamos uma praia linda de morrer, maré baixíssima (daquelas que não conseguimos tomar banho direito de tão seca, mas as crianças amam), sombra, banheiro e comida. Ops!! Por mais organizada que você seja, imprevistos podem acontecer e você deve estar preparado para eles. As crianças estavam morreeeenddoooo de fome. Pedimos sucos e alguns petiscos enquanto chegava o almoço. Eles têm prato kids! Palmas para eles!!! Gente, vocês não vão acreditar... saímos de lá às 15:30h SEM ALMOÇAR!!! A comida demorou tanto, tanto, tanto, que decidimos ir embora. Detalhe: não tinha ido nem ao fogo! Achei muita desconsideração. Se tivessem nos avisado que iria demorar, teríamos arrumado comida para as crianças em outro lugar. A insatisfação era geral. Os pratos de todas as mesas estavam atrasando. O que você faria com duas crianças famintas antes de pegar estrada? Salvas pelos lanchinhos que levei!!! Ufa de novo!! Passamos numa padaria da região, compramos mais uns lanches e pegamos o rumo de Maceió. Apesar dos pesares, as crianças amaram a praia, ficaram hooorassss naquelas águas mornas. Às 18h, já estava em casa,







6) FARIA DE NOVO?

Sim! Não é um imprevisto que atrapalharia todo um passeio maravilhoso!
O que faria diferente, seria pesquisar antecipadamente as barracas e restaurantes beira mar que estivessem disponíveis no momento.

Como não amar esse lugar?

7) DICA

Esse passeio é maravilhoso, mas não é para você se NÃO GOSTAS de pegar estrada e caso se estressa com imprevistos.Talvez seu perfil seja de hospedar-se numa pousada da região. Ah! Também não seria a sua cara se você curte mais agito, praia cheia e com ambulantes oferecendo comida. Sinceramente, eu amo São Miguel dos Milagres, considero o "nosso lugar" e adorariaaaaaa me hospedar por lá novamente. Acho bem mais cômodo. Mas em altíssima temporada, você vai brigar por vaga e preço. Tem muiiitas opções de pousadas por lá agora. Só conheço as mais antigas. Quem sabe de uma próxima vez, venho com dica de hospedagem, né?






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante! Obrigada!