O que você procura?

quarta-feira, 5 de abril de 2017

Hotel Pontal do Ocaporã em Porto de Galinhas: Nossa Review

Adoramos viajar! Adoramos mudar os ares! Aliás, quem não gosta, não é mesmo? Essa paixão foi transmitida para meus filhos de tal maneira que esse foi o presente de aniversário que o mais velho nos pediu: uma viagem em família! Não, ele não fazia questão de viagem internacional, de avião, nada! Ele só exigiu a família ao seu lado. Fofo! 💓 Já já, ele vai dar um "tchauzinho" e falar que a viagem será com a galera. Então, vamos aproveitar ligeeeiiroooo!! 

Fomos com os tios e avós. Éramos um grupo de família com crianças, idosos e tios solteiros. Para agradar um público viajante tão distinto, o destino escolhido foi Porto de Galinhas. Lá fomos nós ao Hotel Pontal de Ocaporã e trago nossas impressões positivas e negativas para vocês. 


LOCALIZAÇÃO
O Pontal de Ocaporã fica à beira mar numa região muito bacana de Porto de Galinhas e explico o porquê. A Vila fila logo ali perto (mas não dá para ir andando), o local não é tumultuado e a praia é legal para banho. Há 1 ano, aproximadamente, tínhamos nos hospedado nesse mesmo hotel e resolvemos voltar.


O HOTEL
Ele não faz o estilo super resort, como grande parte dos hotéis de Porto, mas é um hotel com uma estrutura física muito boa. É repleto de verde e área externa para as crianças correrem, mas o sucesso sempre são as suas 4 piscinas. O café da manhã é um ponto forte, com muitas opções de frutas, bolos, comida regional, enfim... bem completo. À noite, como tem muita vegetação, o que é ótimo, tem alguns mosquitinhos, o que é ruim, mas normal. Nada que me faça contraindicar um local, mas vale à pena um repelente na bagagem.





ACOMODAÇÕES
Os quartos são amplos e possuem uma varandinha com rede. Possuem uma cama de casal e uma de solteiro. Costumo juntar tudo no canto da parede quando viajo com os pequenos e o resultado é uma super mega hiper giga cama. Todo mundo fica bem acomodado e ninguém leva uma queda. Lembre-se sempre de perguntar se seu quarto é térreo. Hospedar-se com crianças no andar superior é muito perigoso. A varanda tem uma aberturas que podem escapar facilmente um "cotoquinho" arisco. Eles tem uns bangalôs bacanas e bem localizados também, mas neeemmmm cogitei perguntar o preço (rsrsrs). Mas que é legal é, viu? Ah! Eles possuem quartos conjugados, o que é maravilhoso para quem viaja com filhos maiores ou uma quantidade maior de pessoas.



Nosso quarto estava com muito cheiro de mofo. Reservamos 3 quartos, só o meu estava assim, por isso não vou generalizar, mas para 3 alérgicos, esse detalhe foi péssimo. Precisamos abrir tudo para ventilar e terminamos trocando de quarto com minha irmã (a não alérgica da família) pois não havia disponibilidade para nos relocarmos.

ESPAÇO E ATIVIDADES PARA CRIANÇAS
O Hotel possui uma salinha de jogos com totó, sinuca e tênis de mesa próximo à piscina, além de um parquinho de areia com cama elástica, gangorras, escorregador e etc. A copa baby é completa com micro-ondas, liquidificador e até trocador (não entendi misturar uma coisa com a outra, mas tudo bem). Eles disponibilizam um lugar fechado chamado "Oca Kids" para atividades recreativas. É uma espécie de cantinho da arte, como oficinas de biscoitos, e é muito legal para os dias chuvosos.
Da primeira vez que fomos, meus filhos se esbaldaram na recreação infantil. Dessa vez, foram mais telespectadores. As atividades da programação deixavam a desejar para os maiorezinhos e estavam quase todas voltadas para bebês. Senti falta dessa parte, pois querendo ou não, o entretenimento dos pequenos é o nosso breve momento de tranquilidade. Um recreador infantil a mais seria de grande valia para essas situações. 





ATENDIMENTO
Como dito anteriormente, já conhecia o Hotel e, por gostar demais, voltei. Encontrei um Pontal do Ocaporã estruturalmente igual, com um detalhe aqui e outro ali que sabemos que não deveriam mas podem acontecer. Entretanto, o atendimento mudou. Nossa! Como estranhei! Aquilo que mais me encantou da outra vez, foi o que me deixou chateada. Primeiramente, nosso quarto só foi liberado depois das 15h (o que é péssimo quando se está com crianças). Recepção caótica tanto na entrada quando na saída com apenas dois funcionários um tanto "mal humorados" (ou seria "saturados"?) para atender a demanda de hóspedes. A cada minuto, esperava ser surpreendida com um super atendimento que me fizesse esquecer, mas fui me deparando com funcionários desinteressados, serviço demorado, etc. Esperávamos sorrisos e cordialidade. Seria muita exigência da minha parte? Pode até ser, mas julgo fundamental quando lidamos com público. Não vou ficar detalhando tudo o que me fez chegar a essa conclusão, mas, para terem uma ideia, meu quarto não foi arrumado em nenhum momento mesmo com plaquinha de "arrume por favor".

Enfim...
Já me hospedei em super hotéis e em pousadas simples. Luxo não é importante para nossa família. Só gostamos de ser bem recebidos, relaxarmos e aproveitarmos. A viagem foi muito legal, proveitosa, mas poderia ter sido melhor. Já fiquei em hotéis com atendimento péssimo, NÃO é esse o caso. O atendimento estava "OK", digamos assim, mas eu tinha o bônus (ou ônus) da comparação. Se eu indicaria? Sim, sim. O Hotel é lindo e tem tudo para oferecer a vocês uma ótima estadia. Só seria interessante voltar a acolher melhor os seus hóspedes! #ficaadica





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião é muito importante! Obrigada!